As áreas de engenharia com mais vagas abertas

main-qimg-d31d18882cb2be2588f8b53de08416b2

Em uma recente pesquisa pelo site de buscas de emprego Adzuna, foi possível classificar as áreas das engenharias em que se tem mais oportunidades de vagas abertas. Foram analisadas mais de 6 mil vagas anunciadas online em diferentes cargos de engenharia em todo o Brasil e foi relacionado o número de vagas com o salário e região.

imagem 2 adzuna

Engenharia civil é a que tem o maior número de posições abertas, com 25% do total das vagas analisadas. As Engenharias Elétrica e Química apresentam as maiores médias saláriais da pesquisa. Fonte: Adzuna

As áreas de engenharia que mais estão contratando são: Engenharias Civil, de Produção, da Computação, Mecânica, Elétrica e Química. Das seis especialidades analisadas, as oportunidades de Engenharia Civil representam 25% do total de anúncios de vagas. Apenas a capital de São Paulo tem mais de 500 vagas para engenheiros Civil.

A segunda área em engenharia com o maior número de vagas abertas é a de Produção. Com 19,8% to total de vagas disponíveis para candidatura online, os profissionais desse ramo de otimização de processos encontram mais vagas no Sudeste e Sul do Brasil. Se formos olhar para as médias salariais, porém, elas variam bastante entre si, sendo que as médias para Engenharia Civil e de Produção chegam a ser 20% menos que o salário médio das seis áreas no Brasil.

imagem 1 adzuna

São Paulo e Rio são as capitais com o maior número de vagas para engenheiros. Fonte: Adzuna

A área que tem a média salarial mais alta é a Elétrica, com R$3,164.00. Engenharia Química é a que possui a menor porcentagem de vagas abertas pelo Brasil, 8,2%, mas esta logo depois da Engenharia Elétrica com a segunda maior média salarial, R$2,981.00.

A média salarial nas engenharias em todo o Brasil chega a R$2,723.

Ao todo, 67% das vagas de engenharia estão na região Sudeste, sendo que as capitais São Paulo e Rio de Janeiro concentram boa parte dessas vagas. O Norte do Brasil é o que tem o menor número de vagas abertas, com apenas 3% do total das vagas analisadas.

imagem 3 adzuna

71% das vagas disponíveis para contratação online estão na região Sudeste. Fonte: Adzuna

 

Fonte: Adzuna

 

 

 

Anúncios

Reciprocidade profissional entre Brasil e Portugal

201403131757_brasil_portugal3_660_230

Amanha dia 28 de outubro, será ratificado na cidade de Lisboa em Portugal um Termo de Reciprocidade pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e pela Ordem dos Engenheiros de Portugal (OEP), um acordo histórico para os profissionais da engenharia do Brasil e Portugal, e que tem como objetivo estimular a mobilidade de engenheiros entre os dois países.

Segundo o presidente do CREA-PR, o engenheiro civil Joel Krüger: “A medida é benéfica para os profissionais dos dois países e estimula a mobilidade profissional. Os engenheiros brasileiros que quiserem atuar em Portugal estarão dispensados de prestar a prova de admissão tendo os mesmos direitos e deveres junto às instituições que emitem seus registros profissionais. Em resumo, os engenheiros brasileiros não serão tratados como estrangeiros em Portugal e vice-versa”.

Para os engenheiros brasileiros interessado em atuar em Portugal deverão estar com registro ativo e adimplente junto ao Sistema Confea/Crea e Mútua, procurar as secretarias das regiões e seções regionais ou ainda as delegacias distritais do seu domicílio em território português e apresentar sua candidatura a membro da OEP. O formulário que conterá as informações do candidato será definido em breve pelas duas instituições.

Ao ser admitido, o profissional manterá todas as atribuições concedidas no Brasil, de acordo com certidão a ser emitida pelo Sistema. O termo de reciprocidade, enquanto tiver validade, libera os brasileiros a prestar as provas de admissão como exige a entidade lusitana dos candidatos portugueses.

O documento detalha as informações necessárias aos interessados e até mesmo a aplicação de sanções disciplinares decorrentes do exercício profissional, e entrará em vigor quando da definição final sobre documentação a ser entregue pelos interessados, inclusive do formulário que conterá as informações do candidato.

Fonte: CREA-PR

Construção do Eurotúnel

eurostar

 

O Eurotúnel inaugurado em 1994 localizado no Canal da Mancha, que liga Coquelles no norte da França á Folkestone no sul da Inglaterra, é considerado o túnel submarino mais longo do mundo, com 50,5 km de comprimento, e desses 37,9 km estão localizados debaixo do mar, o ponto mais baixo fica a 75m de profundidade. Também é o terceiro maior túnel ferroviário do mundo, sendo ultrapassado pelo Túnel de Seikan (53,85 km) no Japão e pelo Túnel de base de São Gotardo (57km), na Suíça.eurotunel3f17225d46990e0ca4187b2fa60082209

Por setes anos e como 13 mil trabalhadores foram feitas as escavações, usando grandes maquinas tuneladoras TBM, (tunnel boring machine), foram utilizadas 11 escavadeiras, que partiram simultaneamente, de Coquelles e Folkstone, que retiravam a terra pela parte frontal que girava para perfurar a terra e logo após da retirada dessa terra, escoravam as paredes com concreto.

Quase 4 milhões de metros cúbicos de cal foram escavados só do lado inglês; a maior parte foi deitada ao mar em Shakespeare Cliff, perto de Folkestone tendo com isso, roubado ao mar cerca de 360 000 m².

Antes das escavações, os projetistas utilizaram sonares, radares e explosões de dinamite para definir o ponto do subsolo que os túneis seriam construídos, a opção foi uma faixa de rocha calcaria porosa e macia.595px-Eurotunnel_schema.svg

O Túnel da Mancha é constituído por 3 túneis paralelos, dois principais ferroviários com 7,6 m de diâmetro cada um e um menor de acesso com 4,8 m diâmetro e distante em 15 m dos outros dois. Este túnel de acesso, que é servido por veículos pequenos, é ligado aos outros através de passagens transversais em intervalos regulares para permitir que os trabalhadores da manutenção tenham acesso aos túneis principais e para fornecer uma saída de emergência em caso de acidente.

Hoje, o Eurotúnel transporta mais de 7.000.000 pessoas por ano. Os passageiros e os veículos automóveis (ligeiros e pesados) são transportados por um serviço de comboios, ou trens, geridos pela companhia Eurotúnel. O trajeto dura apenas 35 minutos em uma velocidade média de 160 km/h.

A Sociedade Americana de Engenheiros Civis declarou o túnel uma das sete maravilhas do mundo moderno.
Confira abaixo algumas fotos da construção do túnel:

 

Hero Brigde na China

size_810_16_9_ponte-china
Quem se lembra da postagem da maior ponte para pedestre suspensa do mundo, na Russia? Provavelmente lembra que ela é assustadora só de olhar a fotos, mas acredito que não seja tao assim quanto a mais nova ponte de vidro da China, a Hero Bridge.

A ponte foi inaugurada na semana passada em Zhangjiajie Grand Canyon, na província de Hunan, no centro da China, e liga dois picos no Shiniuzhai Geopark. as montanhas soa parte dol Parque Geológico Nacional Shiniuzhai, que oferece muitos pontos de vista de tirar o folego e apresenta algumas plantas raras e uma grande diversidade ecológica. Nesse mesmo parque se encontra as montanhas que inspiraram as “Avatar Hallelujah Mountain” do filme Avatar de James Cameron.

Os criadores dessa ponte, estão confiantes em dizer que esta é a mais longa e mais alta ponte de vidro do mundo. Criada pelo arquiteto Tel Aviv Haim Dotan, sobre a ponte ele fala que: “Eu acredito na natureza, harmonia. equilibro e beleza. A natureza é bela como ela é. A ponte de vidro Zhangjiajie foi projetada para ser o mais invisível possível – uma ponte branca desaparecendo nas nuvens”.

Cada painel de vidro tem 24 mm de espessura, construídos em vidraças duplas, pesando cerca de 136 kg, o que os tornam 25 vezes mais fortes do que uma peça média de vidro.  A ponte suporta o peso de até 800 visitantes de uma vez, mas por segurança é bem restringido o numero de pessoas que cruzam ela.

Abaixo você pode conferir um vídeo e fotos da construção da ponte:

Fonte: Exame, Inquisitr, Georgia Newsday

 

 

 

 

Casas flutuantes como solução do aquecimento global

1111111111111111113
Uma solução para o aumento do nível do mar nas áreas costeiras da Holanda foi criar casas flutuantes. 43 casas foram construídas em um bairro aquático de Amsterdã, o local ficou conhecido como Steingereiland (Ilha de Ancoradouros), pois as casas são posicionadas como navios num porto. Arquitetos e fabricantes asseguram que as Waterwonigen (Casas Aquáticas) não podem ser comparadas a barcos e que nunca oscilam.

5024107096_7c0b337a35_bAs fundações das casas flutuantes são cubas de concreto preenchidas de isopor, consideradas insubmergíveis. Anéis presos as estacas asseguram que as casas permaneçam no devido lugar. As construções, porém, movimentam-se facilmente para cima e para baixo sempre se ajustando ao nível da água.

As casas foram construídas como uma solucao para o aumento do nível do mar e da precipitação pluvial, resultantes das mudanças climáticas. Atualmente, um terço da Holanda se encontra abaixo ou exatamente no nível do mar, e este nível sempre está subindo. Continuar lendo

Concreto flexível é capaz de se auto consertar sem intervenção humana

bendable-concrete

Um concreto criando por pesquisadores na Universidade de Michigan, no Estados Unidos, tem a capacidade de se auto consertar apenas com a adição de água e dióxido de carbono.

O auto reparo é possível porque o novo concreto foi desenvolvido para dobrar e se quebrar em finíssimas lacunas, equivalentes a metade do diâmetro de um fio de cabelo humano, em vez de se quebrar em pedaços ou criar fissuras grandes, como acontece com os concretos normais.

Lab5Segundo o professor Victor Li, desenvolvedor do concreto, o novo concreto poderá tornar as obras mais seguras e mais duráveis. Uma ponte danificada por sobrecarga ou por abalos sísmicos, por exemplo, poderia voltar a recuperar normalmente em poucos dias.

Os testes mostram que uma peça feita com o novo material pode sofrer um estiramento de até 3% e recuperar integralmente sua resistência, o que seria equivalente esticar uma ponte de 100 metros, de uma peça única até que ela chegasse a 103 metros, sem ser danificada. Continuar lendo

Burj Khalifa

burj-khalifa-banner

Burj Khalifa Bin Zayid é um arranha-céu localizado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, sendo a maior estrutura  já construído pelo ser humano, com 828 metros de altura. Sua construção começou em 21 de setembro de 2004 e foi inaugurado no dia 4 de janeiro de 2010.

A concepção do Burj Khalifa buscou fazer utilização do que existe de mais moderno em termos de Engenharia e Arquitetura. O Projeto alinhou um design arrojado com técnicas estruturais de ponta para conferir ao mesmo tempo resistência e leveza. Além disso, vários aspectos relacionados ao clima de Dubai foram considerados para que o edifício apresentasse estabilidade e durabilidade.

William_F_Baker_engineer_SOMO engenheiro estrutural do prédio foi o William Frazier Baker, também conhecido como Bill Baker, e é um engenheiro estrutural estadunidense Continuar lendo

O que é Light Steel Frame?

Cleber-Revit

O Light Steel Frame é um sistema construtivo de em que se utiliza perfis de aço galvanizado formado a frio como principal elemento estrutural.  Esse tipo de estrutura não é utilizado nenhum tijolo ou concreto, exceto para as fundações. Também conhecido como estruturas de aço leve, ou construção em LSF.

A palavra Steel remete a matéria prima utilizada que é o aço. A Light (leve) indica que os elementos em aço são de baixo peso, pois são produzidos a partir de chapas de aço com espessuras reduzidas.

O termo Light também lembra que não é necessário utilizar equipamentos e maquinaria pesada na construção. Também ressalta a flexibilidade, dado que permite qualquer tipo de acabamento exterior e interior. Além disso, o próprio peso do edifício é baixo, não só porque a sua estrutura é leve, mas também por que o Light Steel Framing é especialmente recomendado para edifícios de pouca altura, em contraste com as estruturas pesadas de grandes prédios de apartamentos. Apesar de serem usados elementos em aço leve galvanizado para fins não estruturais em edifícios de maiores dimensões, o termo Light Steel Framing é especialmente usado para edifícios residenciais até dois ou três pisos, ou seja, edifícios leves. Continuar lendo